1 de janeiro de 2020, às 18:52

Com almoço especial, Restaurante Popular Padre Pedro celebra passagem de ano com seus usuários


Na última segunda-feira (30), para celebrar a passagem de ano, o Restaurante Popular Padre Pedro ofertou um almoço especial para os seus usuários. Ao som de músicas alegres e festivas, os usuários puderam almoçar assistindo também à restrospectiva dos melhores momentos de 2019 no local, com a exibição de imagens. O cardápio foi elaborado pela coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Estado da Inclusão Social (CSAN/Seit) e contou com frango ao molho, arroz, feijão, salada e sobremesa com bombom de chocolate.

A agente administrativa do restaurante, Eliana Vitorino Santana, afirmou que além da preocupação com a alimentação de qualidade, é necessário que os usuários sintam-se acolhidos no local. “Estou aqui há uma década e, a cada ano, nós buscamos melhorar e proporcionar aos usuários o melhor, em termos de alimentação e acolhimento. Atualmente, nós conseguimos atingir 1.500 refeições e o público está crescendo cada dia mais. Nós achamos que é muito importante ter essa interação com eles, por exemplo. No Natal, por exemplo, tivemos um cardápio diferenciado, eles participaram confeccionando a árvore. Então, nós sempre buscamos fazer essa interação com os usuários, para que eles sintam-se sempre em casa por aqui”, disse. 

A nutricionista Izabella Almeida, que faz parte da coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional (CSAN) da Seit, ressaltou a importância da função social do restaurante popular no Estado. “O restaurante popular é um equipamento público que fomenta a política de segurança alimentar e nutricional, através da oferta de refeições de qualidade e em quantidade suficiente, respeitando a cultura dessa população. Então, temos momentos como esse justamente para fortalecer essa relação que temos com os usuários, esse carinho recíproco, garantindo também o direito humano à alimentação adequada e em concessão de direitos. E quando falamos em concessão de direitos, estamos falando também em políticas de assistência social, que é ela que estabelece esses direitos. Por isso, em todos os momentos, como Dia das Mães, dos Pais, São João, São Pedro, e agora Natal e Ano Novo, a SEIT tenta mudar o cardápio, colocar outros atrativos como a música”, disse.

Os usuários aprovaram a celebração e inovações na data comemorativa. “Venho sempre ao Padre Pedro, e essas datas comemorativas são ótimas, porque a gente faz uma refeição diferente, tem música. No Natal teve até panetone, foi muito bom, e hoje está animado também. Ganhamos bombom; está excelente!”, disse a diarista Raimunda de Souza. Para Luciano Santana, esse é o momento de agradecer também pelos serviços prestados pela equipe do local. “Eu quero dizer que esse é um equipamento que agrega todas as pessoas, como eu, idosas, a um valor acessível, e que ajuda as pessoas mais pobres a se alimentar bem. Eu venho todos os dias aqui, almoço sempre, já vim inclusive sem ter como pagar, e fui acolhido. Eu acho que é muito bom quando tem esses cardápios diferenciados porque não é todo mundo que pode ter acesso a esse tipo de comida; a maioria não pode e, por isso, é uma forma de incluir essas pessoas também. Eu agradeço demais por esse lugar”,  destacou.

O restaurante Padre Pedro é um equipamento da política de segurança alimentar subsidiado pelo Governo de Sergipe. Administrado pela secretaria de Estado da Inclusão Social (Seit), o restaurante disponibiliza diariamente refeições nutricionalmente balanceadas pelo valor simbólico de apenas R$ 1,00. Atualmente, são ofertadas até 1.500 refeições no almoço e 750 no jantar. O almoço é servido todos os dias de 10h30 às 13h; e o jantar começa a ser servido às 17h, seguindo até as 19h.

|Fotos: Pritty Reis

Atualizado: